Penitenciária Agrícola de Neves

Penitenciária Agrícola de Neves (PAN), atualmente José Maria de Alkimin, está localizada na Vila Esplanada, s/n, no Centro de Ribeirão das Neves. Ela começou a ser construída em 1927, a mando de Washington Luís.

Naquela época, Ribeirão das Neves era considerada zona rural de Contagem (o local era conhecido como Fazenda das Neves). A obra durou dez anos e, em 1937, a Lei 968 criou a Penitenciária. Porém, sua inauguração só ocorreu em 18 de julho de 1938.

Com quatro pavilhões, duzentas casas para funcionários e um pomar com trezentos mil pés de laranja. Em suas dependências havia lavoura, criação de gado, padaria, fábrica de calçados, tijolo, brinquedos e uniformes. Seus pavilhões são de arquitetura modernista inspirados em estabelecimentos penais da Ingleterra e França.

A José Maria de Alkimim foi a primeira penitenciária auto-sustentável da América do Sul, sendo modelo para o sistema carcerário do Brasil durante décadas e pioneira no incentivo ao trabalho para recuperação de detentos.

E foi no seu entorno, nas Vilas Esplanada e Cacique, que nasceram e viveram parte da infância, dois dos filhos ilustres de Ribeirão das Neves: o cartunista Henrique Souza Filho (Henfil) e o tricampeão mundial pela Seleção Brasileira em 1970, Wilson Piazza.

Pronunciamentos de inauguração*

"Na Penitenciária, o Presidente Getúlio Vargas, acompanhado do Sr. Governador Benedito Valadares e de todos os componentes da comitiva, percorreu várias dependências do majestoso edifício, examinando com real interesse tudo o que via, principalmente nas seções industriais da Penitenciária, e cujos artífices são os próprios detentos".

 

Detentos da PAN no início de sua inauguração (1938)

 

Governador do Estado Israel Pinheiro em visita à fabrica de calçados da PAN (1968)

 

*PEREIRA, Régio de Paulo, 1988. Desenraizando os caminhos Imprensa Oficial de Minas Gerais.