Fazenda dos Pilões

Fazenda dos Pilões é uma propriedade rural que fica na saída para Pedro Leopoldo cujas primeiras referências datadas do ano de 1749, quando seu proprietário, João da Costa, faleceu. Devido ao inventário, sabe-se que havia no terreno uma casa de vivendas, engenho de farinha com forno de cobre, cana com dois alambiques e três tachos, senzalas, bananal e plantações de frutas e verduras.

Após sua morte, sua esposa Catherina de Lima Abreu e seus cinco filhos ficaram na fazenda por mais seis anos. Posteriormente, a propriedade foi vendida para José Pereira da Fonseca, casado com Luiza Maria da Conceição, que tinham quatro filhos, que se tornaram proprietários após a morte dos pais.

Em 1820, o último filho vivo, José Pereira da Fonseca Filho, vendeu a fazenda para Francisco da Costa Soares e sua mulher, Ritta Joaquina de Cássia, procedentes de Congonhas do Sabará, atual Nova Lima. O casal tinha cinco filhos que, ao herdarem as terras, as repartiram em duas partes, Pilões e Campinho.

Campinho encontra-se sob posse de seus descendentes até os dias atuais, e Pilões foi vendida em 1990 para o atual proprietário.

Atual entrada da Fazenda dos Pilões