Walace Ventura

Walace Ventura Andrade (18/03/1965) é professor de educação física, político e empresário nevense, tendo sido vereador por duas legislaturas, de 1997 a 2004, e o primeiro prefeito a governar por dois mandatos consecutivos, entre 2005 e 2012, após a aprovação da reeleição para cargos executivos. Em 2014, tentou, sem sucesso, uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Eleito chefe do executivo em 2004 pelo PSB com 53.079 votos (48,6%) ao superar Dr. Getúlio (PT), com 39.198 votos (35,9%), Gracinha Barbosa (PTB), com 12.494 votos (11,4%) e Ailton de Oliveira (PSDB), com 4.498 votos (4,1%), seu primeiro mandato ficou marcado por um projeto de calçamento de várias ruas de terra em parceira com os moradores, onde a Prefeitura entrava com a mão de obra e a comunidade com o investimento no material - posteriormente o Ministério Público (MP) vetou a continuidade do projeto nesses moldes.

Em 2007, uma pomposa visita do então presidente da República Luís Inácio Lula da Silva (PT) para inaugurar obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no bairro Sevilha B, elevou seus níveis de popularidade e garantiu uma reeleição tranquila com 86.140 votos (78,3%), contra apenas 23.832 votos (21,7%) de seu único adversário, Dr. Getúlio (PMDB).

Com um segundo mandato pior avaliado que o primeiro, Walace sofreu uma série de desgastes com sistemáticas denúncias de má gestão e de corrupção feitas por vereadores de oposição. Apesar da falta de pesquisas que comprovasse tais indícios e uma consequente queda de popularidade, o anúncio de uma dívida de mais de R$ 100 milhões deixada por sua gestão feito pelo governo seguinte e os tímidos 14.761 votos na eleição para deputado estadual, disputada pelo PR, dois anos após deixar a administração municipal reforçam a tese.